Home » Media » Religião Comparada: Vídeo 4 – “Olavo de Carvalho”

7 Responses so far.

  1. Vitor de Oliveira Santos disse:

    Olavo de Carvalho em sua entrevista, trás um posicionamento diferente sobre comparar religiões, onde afirma que as religiões por não ser espécie do mesmo gênero não se pode comparar, pois são pontos de vistas distintos, doutrinas que diferem, cada uma de acordo com sua visão e concepção. Carvalho dá um exemplo dentro do Cristianismo, onde a salvação se enquadra de maneira mais objetiva, talvez porque seja a única quem tenha um olhar ao individuo/o outro e que no Budismo por exemplo, pode ser um outro fenômeno espiritual. Enfim não existe religião superior a outra.

  2. Marciana Santana disse:

    A entrevista realizada vem nos apresentando a ideia de que as religiões não podem ser comparadas, dando também a entender que “não existe religião” a nível que se é falado. Ele também nos fala um pouco sobre a diferença entre seita e religião e a questão do “indivíduo” ter sido criado pelo cristianismo.

  3. odalvo disse:

    Olavo de carvalho faz algumas afirmativa, sobre religião comparadas, partindo do pressuposto de que, que é impossível fazer comparação entre religião e religião, e que cada uma tem seu ponto de vista, variados pontos de vista do Islamismo, Indu, Judaísmo, etc. Carvalho ainda afirma que não há várias religiões é mentira é coisa da mídia, é para se estudar, analisar, e que algumas religiões partem de revelação
    1- Cristianismo, revelação a partir do SENHOR JESUS CRISTO.
    2-Judaísmo- da revelação de Moisés.
    É fato que ainda a muita coisa para investigar, para chegar uma conclusão.

  4. vanessa costa da mota disse:

    Olavo de Carvalho diz que fazer comparações das religiões é inviável, pois não tem base para comparação, pois religião se refere ao cristianismo (Origem de civilizações).

  5. Vitor Rios disse:

    Cuturalmente a religião exece influencia em cada povo que esta intimamente ligado à cultura.

  6. Cleiton Nunes disse:

    O Olavo de Carvalho defende neste vídeo que as religiões não podem ser comparadas com legitimidade, pelo fato de não possuirem o mesmo escopo construtivo, ou seja, não se pode comparar qual é melhor ou pior se os meios de comparações não convergem. Para que haja uma medida justa de comparação a religião não poderia ser “subjetiva” com experiências específicas para cada indivíduo.

  7. Maria Eduarda Nunes Barbosa disse:

    Comentada que cada religião tem o mesmo peso cultural

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *